Meu Diário
07/02/2019 14h52
JUSTIÇA!

JUSTIÇA


 
Interessante como os valores estão invertidos em nossa sociedade, assim, falo em relação a todas as classes policiais, cujos seus integrantes, homens e mulheres que deixam seus lares indo para suas unidades de trabalho, e em lá chegando, têm por obrigação do mister que escolhera, de adentrar nas alamedas, favelas, morros, grotas, bem como em lugares elitizados, para cumprirem seu papel perante a sociedade, e combater a criminalidade, mal maior que preocupa a todas as pessoas que procuram agir na forma da lei. Contudo, o que estamos vendo, e não é de agora, que nós, policiais, é que estamos a mercê das barbáries cometidas por um grupo de delinquentes, pessoas nocivas à sociedade, os quais saem às ruas a procura de policiais para assassiná-los, como se os policiais fossem os bandidos, e eles, marginais, os mocinhos desse filme que está sendo passado ao vivo, para tristeza de todos nós, bem assim de demais homens e mulheres de bem do nosso Brasil, que outrora era varonil. Amigos policiais, sociedade em geral, não podemos deixar que essa onda de crimes que está vitimando policiais e demais pessoas de bem, passe por nossos rostos sem que nada façamos. Vamos à luta, e agindo embasado nas formalidades legais, dar um basta nisso e pormos esses assassinos frios e cruéis nas barras da JUSTIÇA e que realmente seja feita JUSTIÇA.
JOSÉ RODRIGUES
Enviado por JOSÉ RODRIGUES em 05/01/2014


Publicado por JOSÉ RODRIGUES em 07/02/2019 às 14h52
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
07/02/2019 14h22
CRÍTICA!!!




Como será o mundo com tanta desgraça acontecendo? Homens se digladiando, por coisas fúteis... banais! Alguns pensam em enriquecer tirando proveito alheio, mas deveriam, destarte, lembrar da família que tem e espera seu retorno, do labor tão estressante, mas são homens intrigantes, e nada de bom lhes convêm. O bom homem sofre muito, às vezes se desespera, mas espera que a sorte lhe agracie, assim espera. Para a família amada, de ápice servirá, mas será que essa sorte, em sua porta baterá? Homens bons, bons homens... Homens ruins... Tristes homens. O mundo está atrapalhado, com tanta depravação, irmão matando irmão, pais abandonando filhos. É uma desgraça horrenda, que atormenta o coração, a necessidade do pão, que assola a pobreza, sem ter o que por na mesa, para a prole alimentar, então vão enveredar, nas ruas da amargura, essa é a verdade nua e crua, que aqui posso externar. O País está em crise, só se fala em eleição, candidatos vão às urnas, com tamanha ambição, só pensam na votação, que lhe fará vencedor, enganando o eleitor, com um mísero tostão e,  assim, comprando o voto, não tem mais obrigação. O povo sofre, padece, com essas aves de rapinas, que do pobre se aproxima, para poder se projetar e tenham plena certeza, que assim, por muitos anos, essa saga seguirá.



08/06/2010
JOSÉ RODRIGUES.


Publicado por JOSÉ RODRIGUES em 07/02/2019 às 14h22
 
15/05/2014 20h13
MEU DIA...

       Meu dia começou meio embaraçado, pois tive várias preocupações, as quais me deixaram bastante abalado, e no decorrer do dia essas preocupações aumentaram, ao ponto de eu contrair uma forte dor na cabeça. Contudo, já no final da tarde, quando o sol já se escondia ao horizonte, procurei me desvencilhar desses problemas, e aos poucos  passei a meditar e agradecer a Deus por tudo fazendo  uma prece. Desta forma, a dor que eu sentia em minha fronte começou a desaparecer, e eu fui esquecendo dos problemas, passando a ter a forte convicção que nada foi nem é por acaso.

     Cheguei a conclusão que não devemos reclamar  de nada do que passamos, haja vista existir pessoas que se encontram em situações piores que as nossas e estão aí, alegres e felizes com a vida que levam e de nada reclamam. Espero não mais me lamentar da vida e procurar entregar meus problemas ao nosso criador, bem como formular apenas pensamentos positivos, vez que o universo conspira ao nosso favor, quer seja para as coisas boas ou não, isto em comunhão com a lei da atração, pelo fato de sermos frutos do que pensamos ser.

 

 

 

JOSÉ RODRIGUES  


Publicado por JOSÉ RODRIGUES em 15/05/2014 às 20h13


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr