Textos


SOZINHO...

Passar a noite só, é angustiante,
Chora-se calado pela ausência,
Do amor que partira repentino,
E o desatino amarga com frequência.

Dor presente que inflama a alma,
E a aura toda agora transformada,
Células que morrem biotransfomadas.

Oh, ausência que assola minh'alma,
Deixando em chagas minha pele ardente,
Sofro trancafiado em um quarto quente.



 
JOSÉ RODRIGUES
Enviado por JOSÉ RODRIGUES em 16/05/2019
Alterado em 16/05/2019


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr